açor(da) Alpina

'Isto é que vai p'ra aqui uma açorda, hein?' Efetivamente esta rota é p'ra 'Malucos' e 'Riso' só se for de dor nas pernocas. O rácio distância/acumulado é o mais elevado de toda a Gravosfera, com a agravante das dificuldades montanhosas se concentrarem nos primeiros dois terços do percurso total, que tem uma extensão de 80 quilómetros e 2.300 metros de ganho de elevação. Nesta volta pela Serra do Açor apanhámos boleia dos estradões utilizados na prova portuguesa do World Rally Championship (WRC). Este conjunto de montanhas - localizado entre as Serras da Lousã e da Estrela - é provavelmente o maior segredo e tesouro velocipédico de Portugal. Remota, acidentada, deslumbrante e imponente.  A rota/desafio 'Açor(da) Alpina'' está classificada com um grau de dificuldade EXOSFÉRICO (5/5).

ABASTECIMENTO

  • KM 20/81 (25/100%) | Aldeia: Colmeal | Café
  • KM 54/81 (67/100%) | Aldeia: Alqueve | Café
  • KM 61/81 (75/100%) | Vila: Arganil | Cafés e Supermercados

PONTOS DE ALERTA

  • KM 03-21 & 39-54 | Troços utilizados no Rally de Portugal (19 a 22 de Maio);
  • KM 20-21 | Descida de inclinação acentuada em zona de aldeia - aconselhável hike-a-bike;
  • KM 76-81 | Estrada Nacional 2 com períodos de tráfego automóvel intenso.

A Serra do Açor não atinge, nem de perto, as altitudes dos Alpes. Contudo, o perfil de alta-montanha está bem presente. Nos primeiros 10 quilómetros - na ascensão ao Vieiro - a altitude varia entre os 200 e os 850 metros e passando por diversos tipos de piso. O alcatrão dá lugar a superficies rochosas (que facilitam a aderência nos declives extremamente acentuados), finalizando, depois, com troços 'gravel' de qualidade. A adrenalina atinge o nível máximo na descida vertiginosa para o Colmeal. O prato forte da rota surge depois do segundo grande obstáculo orográfico: o estradão WRC que tem inicio na casa do PPD, num cenário imponente em que é possível avistar o topo da Serra da Estrela. A excelente qualidade do piso é convidativo a altas velocidades, mas com as devidas precauções. A rota/desafio 'Açor(da) Alpina'' tem ponto de partida e chegada em Góis, terra de passagem de cicloviajantes da N2. A vila de Arganil também é um ponto recomendado para arranque desta aventura. (.gpx)

RIDERTEMPOPONTOS
065MB04:01:1130
017JA04:34:1930
096RB05:15:0030
060RC05:22:0020
033LR05:33:2020
022NV06:23:0012
054AA06:43:1712
098SR07:46:5410
016CA07:50:0110
035AR07:58:0210